Imprimir

05.03. Terceira Fase – Cadastro dos consumidores em CAD

Nesta fase houve uma evolução em que o papel passou a ser substituído por um software CAD, com o qual a mesma atividade é realizada, ficando o desenho mais limpo e organizado, sendo que na maioria das vezes o mesmo não estava georreferenciado, ou seja, foi substituído o papel, caneta e régua pelo mouse, computador e impressora.


Nestes desenhos em CAD, da mesma forma que no papel, são identificados os números das quadras para um determinado setor comercial, os quais fazem parte do número da conta, Figura 27.

http://nexusbr.com/images/livro/27.jpg
Figura 27 - Setor Comercial com as numerações das quadras

Nestas quadras em alguns casos as empresas de saneamento implementaram o número da face da quadra ou testada, Figura 28. Este número faz parte do número da ligação de água.

http://nexusbr.com/images/livro/28.jpg
Figura 28 - Número da testada da quadra

Desta forma o mapeamento de redes passou a ser representado em CAD similar ao apresentado na Figura 29.

http://nexusbr.com/images/livro/29.jpg
Figura 29 - Mapeamento das ligações de água em CAD

De forma esquemática pode-se apresentar as numerações envolvidas em um cadastro comercial, Figura 30. Nem sempre existe o número do lote junto as empresas de saneamento, mas uma integração entre o cadastro da Prefeitura com o cadastro das ligações de água pode vir a trazer uma série de benefícios financeiros, principalmente para a Prefeitura, uma vez que a empresa de saneamento está sempre em campo realizando as leituras das contas, podendo levantar outras informações e repassar as existentes para fins de atualização de IPTU.

http://nexusbr.com/images/livro/30.png
Figura 30 - Numerações envolvidas em um cadastro comercial

Na Figura 31 é apresentada a composição dos itens relativos a numeração de uma ligação de água em um mapa real da empresa de saneamento. As numerações podem ser a cada 10 metros ou métricas no sentido horário, possibilitando a inserção de ligações novas intermediárias. O número do imóvel não é utilizado no número da ligação de água, uma vez que pode mudar ou pode não estar na sequência crescente correta em campo.

http://nexusbr.com/images/livro/31.png
Figura 31 - Composição do número de uma ligação de água

Implementação do GeoSan na COMPESA
GeoSan

A NEXUS foi a empresa escolhida para realizar a conversão de dados das redes e consumidores da rede metropolitana de Recife.

A seguir vídeos das ações para redução de perdas de água com a implementação do GeoSan, o qual permitiu realizar todo o cadastro de redes e consumidores, com um total de 3.000 km de redes de água e 225 mil consumidores cadastrados em 7 meses.

Este trabalho permitiu a COMPESA realizar simulações hidráulicas para definirem as ações de reforços nas redes de água em Recife para receber a adutora de Pirapama com 5.000 l/s.

Parte 1 - Planejamento das Ações

Parte 2 - Ações em Campo

Parte 3 - Geoprocessamento - GIS

0
6a. Reunião do Grupo Java Terralib de Mapeamento
GeoSan
Hoje o grupo responsável pelo projeto GLUE-Terralib reuniu-se durante todo o dia para discutir a arquitetura Java - Web da nova versão do GeoSan. Será uma versão compatível com PostGIS e padrão SFS - OGC, com as melhorias intrínsecas do GeoSan que permitem um modelo de armazenamento de dados moderno e flexível na gestão de novas versões, o qual permite a personalização dos por parte das empresas de saneamento sem a necessidade de mudança do código do software. O GeoSan rodará totalmente na Web, como já foi apresentado e mostrado em outra notícia neste blog.   A equipe é formada por profissionais altamente especialistas e capazes no desenvolvimento de aplicações de mapeamento da...
0
Modelagem hidráulica aplicada no controle de pressão - Saneago - EPANET
EPANET

Artigo publicado na revista Hydro em janeiro/2015. Mostra como realizaram a modelagem hidráulica com a ferramenta EPANET. Para acessar diretamente selecione aqui. Está na página 40.

 

0